OFF Guia de Teatro – Setembro/2016

Procurando alguma peça de teatro para curtir com a família? Consulte as melhores peças deste mês no guia OFF.

Anúncios
Publicado em Revistas | Marcado com | Deixe um comentário

Lei Eusébio de Queirós, Independência do Brasil e Bondes de Santa Teresa

Rio um passeio pela história com o professor Milton Teixeira, na sua coluna da Rádio BandNewsFM do dia 02/09/2016, falando sobre a Lei Eusébio de Queiroz, Manoel Congo, Independência do Brasil, a neutralidade do Brasil na guerra e Bondes de Santa Teresa.

bondes_st

 

Lei Eusébio de Queirós

Denomina-se Lei Eusébio de Queirós à legislação brasileira que, no Segundo Reinado, proibiu o tráfico interatlântico de escravos.

Foi aprovada em 4 de setembro de 1850, principalmente devido à pressão da Inglaterra, materializada pela aplicação unilateral, por aquele país, do chamado “Bill Aberdeen”. Por essa razão, no Brasil, o Partido Conservador, então no poder, passou a defender, no Poder Legislativo, o fim do tráfico negreiro. À frente dessa defesa esteve o ministro Eusébio de Queirós, que insistiu na necessidade de o país tomar por si só a decisão de colocar fim ao tráfico, preservando a imagem de nação soberana.

Manuel Congo

Manuel Congo foi o líder da maior rebelião de escravos do vale do Paraíba, no Brasil. A revolta ocorreu em Paty do Alferes, no Rio de Janeiro. Manuel foi capturado e morreu enforcado na cidade de Vassouras, em 6 de setembro de 1839.

Publicado em Áudio | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Cicloturismo em Pomerode/SC

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Sem papas na língua – 01/Set/2016

Coluna do prof. Deonísio da Silva na rádio BandNewsFM Fluminense, do dia 01/09/2016, falando sobre palavras como impeachment, saúva e capivara.

impeachment

Veja as demais postagens na tag Deonísio da Silva
Deonísio da Silva é um professor, escritor e etimologista brasileiro, membro da Academia Brasileira de Filologia, da Academia Catarinense de Letras e membro honorário da Academia de Letras de Brasília, vinculado às universidades Unijuí (1972-1981), Ufscar (1981-2003) e Estácio (2003-2016), dando aulas e videoaulas de Língua Portuguesa e respectivas literaturas e desenvolvendo projetos culturais e de extensão. Saiba mais em https://deonisio.blogspot.com.br
Publicado em Áudio | Marcado com , | Deixe um comentário

Fotos – Rolé Carioca em Del Castilho

Alguns registros fotográficos do Rolé Carioca – Del Castilho que ocorreu em 28/08/2016.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Muitas vezes confundido com bairros limítrofes (Maria da Graça, Inhaúma, Todos os Santos, Cachambi, Pilares, Méier), Del Castilho é historicamente marcado pelo Caminho dos Jesuítas – um eixo de integração estabelecido ainda no Brasil Colônia. Foi por essa área que o Rio cresceu (a partir de uma rota tupi encontrada e melhorada pelos jesuítas) quando o povoamento da cidade estava limitado ao centro. A estrada passou a fazer parte da rota do ouro no século XVIII e depois ganhou importância com a chegada da Família Real ao Brasil e com a valorização da fazenda Santa Cruz.

Na metade do século XIX, a região, até então predominantemente rural, foi recortada pela passagem da linha de trem, com 3 ramais próximos (D. Pedro II, auxiliar e Leopoldina). Pequenos centros administrativos multiplicaram-se ao lado de casas e sobrados, e o subúrbio expandiu-se com a chegada da industrialização no século XX. Nos anos 20, o estabelecimento da Cia. de Tecidos Nova América consolidou a ocupação do bairro, primeiro com vilas operárias, depois com conjuntos habitacionais. Com o fechamento das fábricas, o bairro viu crescer bolsões de miséria e houve uma escalada da violência. Atualmente, shoppings atuam como integradores da comunidade da região. É esse subúrbio cheio de alma que o Rolé Carioca vai abraçar em Del Castilho.

Afinal, quem foi Del Castilho?

A origem da denominação “Del Castilho” é controversa. Alguns historiados entendem que entre os arrendatários daquelas terras estaria um senhor espanhol, Henrique de Castilho, que teria então dado o nome ao bairro. Outros dizem que a denominação surgiu quando foi inaugurada a estação de trem, como uma homenagem ao engenheiro da Estrada de Ferro Melhoramentos do Brasil, Manoel Maria Del Castilho, amigo pessoal de Paulo de Frontin, projetista e articulador do projeto.

Dom Helder Câmara e Martin Luther King

O bispo católico e o pastor protestante americano foram escolhidos para renomearem grandes vias marcadas pela pobreza, colocados lado a lado, em uma cidade que não abraça de forma igual seus cidadãos. Por mais que os nomes históricos de “Automóvel Clube” e “Suburbana” tivessem peso, a simbologia destes dois religiosos que se destacaram pela luta contra a desigualdade humana e abraçaram quem mais precisava, foi um acerto poderoso.

Olga Benário e Luís Carlos Prestes

Durante a perseguição promovida pelo Governo Vargas a Luís Carlos Prestes e a Olga Benário, o casal se escondeu na rua Honório, limite entre Todos os Santos e Cachambi – por onde o #Rolé por Del Castilho vai passar. Essa perseguição acabaria por mandá-la para um campo de concentração na Alemanha e ele para um longo período na prisão. Olga era uma agente soviética bem treinada e foi enviada para trabalhar em prol do comunismo no Brasil, sendo designada chefe da segurança pessoal de Prestes. Acontece que, em meio às ordens e à busca por camaradas, não resistiram ao amor!

Casa do Capão do Bispo

Apesar de ter sido construído apenas no século XVIII, o casarão integra uma das propriedades rurais mais antigas do Estado – é o que sobrou de uma Sesmaria doada por Estácio de Sá a jesuítas, por volta de 1560. A casa foi erguida sobre uma colina e serviu de residência para o bispo D. José de Castelo Branco até sua morte, em 1805. Em 1975, a casa virou um braço do IAB, que ali criou um centro de estudos em arqueologia.

Cia de Tecidos Nova América

Fundada por Domingos Bebianno e Mark Sutton, antigos sócios da América Fabril, a fábrica têxtil foi inaugurada em 1924. Tornou-se a maior fonte de emprego do bairro e, também, o eixo comunitário a partir de onde surgiu uma vila operária, escola, ambulatório, posto policial, áreas de lazer. Em 1991, suas instalações foram desativadas e a fábrica transferida para Duque de Caxias. Em seu lugar, em 1995, foi construído o Shopping Nova América, preservando a arquitetura original da fábrica, toda em tijolinhos, estilo inglês.

Centro Cultural Jerusalém

Criado recentemente dentro da chamada Catedral da Fé da Igreja Universal do Reino de Deus, é um espaço cultural que abriga a maior maquete da Jerusalém Antiga fora de Israel. Nesse espaço, em pleno Rio de Janeiro, é possível ter uma aula de História Antiga e do histórico da cristandade no Brasil.

Venerável Irmandade São Sebastião

Fundada em 1903, a Irmandade chamava-se Devoção de São Sebastião. A denominação atual foi constituída em 1923 com a construção da Capela que tem como relíquia um pedaço do osso de São Sebastião.

Textos do site oficial do projeto Rolé Carioca.

Publicado em Imagem, Lugares, Textos | Marcado com , , | Deixe um comentário

Getúlio Vargas e 1º automóvel licenciado

Rio um passeio pela história com o professor Milton Teixeira, na sua coluna da Rádio BandNewsFM do dia 26/08/2016, falando sobre Getúlio Vargas e o primeiro automóvel licenciado.

getuliodornellesvargas_pq

Getúlio Vargas cometeu suicídio na madrugada de 24 de agosto de 1954, com um tiro no coração, em seu quarto, no Palácio do Catete, na cidade do Rio de Janeiro, então capital federal. Getúlio Vargas foi considerado o mais importante presidente da história do Brasil. Sua influência se estende até hoje. A sua herança política é invocada por pelo menos dois partidos políticos atuais: o Partido Democrático Trabalhista (PDT) e o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Getúlio Vargas foi inscrito no Livro dos Heróis da Pátria, em 15 de setembro de 2010, pela lei nº 12.326.

O primeiro automóvel do Brasil foi licenciado, no Rio de Janeiro, como propriedade de Francisco Leite de Bittencourt Sampaio, em 29 de agosto de 1903.

Publicado em Áudio | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Sem papas na língua – 25/Ago/2016

Coluna do prof. Deonísio da Silva na rádio BandNewsFM Fluminense, do dia 25/08/2016, falando sobre a questão do assunto do momento: Paralimpíada ou Paraolimpíada?

paraolimpiadassimbolo

 

“PARALIMPÍADA” e “PARALÍMPICO”?
Falta a vogal “o” nas duas palavras! Não baniram só a Rússia. Baniram também a vogal “o” de paraolimpíada. E vão dar sequência aos programas “paraédicos”, “paragenheiros”, “paranfermeiros” etc. E cadê os “parainfos”?

Deonísio da Silva

Publicado em Áudio | Marcado com , | Deixe um comentário